segunda-feira, 16 de junho de 2014

TAG - LIVROS OPOSTOS


     Olá, pessoas!


   Fiquei algum tempo sem postar nada aqui no blog porque eu estava sem ideias e inspiração. Também faz tempo que não posto nenhuma resenha, pois comecei a ler vários livros que não funcionaram muito bem pra mim e acabei abandonando essas leituras. Agora, estou lendo a saga Percy Jackson e os Olimpianos, e, assim que eu terminar, vou fazer um post especial.

   Hoje, vou fazer a TAG Livros Opostos, criada pelo Bruno Miranda do canal Minha Estante. Essa TAG consiste em mostrar os meus livros que correspondam aos itens opostos. Espero que vocês gostem!

       1. O primeiro livro da sua coleção / O último comprado;


     O livro que deu início à minha coleção foi Crepúsculo, que ganhei em 2010, se não me engano. Li todos os livros da saga e, apesar das críticas negativas sobre ele, adoro a história. O último livro que comprei foi Grau 26, de Anthony E. Zuiker, criador da série de TV CSI. Nem preciso mencionar o quanto estou louca pra ler esse livro, afinal, CSI é vida, e esse livro também deve ser. 


         2. Um que você pagou barato / Um que pagou caro;


      Um Conto de Natal, de Charles Dickens, é o livro mais barato que eu tenho – paguei R$ 2,00 em um sebo. Esse é um dos meus clássicos favoritos, super recomendo pra quem quer começar a ler as obras do autor. O livro que paguei mais caro foi Harry Potter – Film Wizardry – paguei R$ 70,00 no Submarino. Esse é um livro que vale cada centavo, pois, como eu já comentei em outro post, vem com vários itens legais da saga.

       
        3. Um livro com protagonista homem / Um livro com protagonista mulher;



A Princesinha, de Frances Hodgson Burnett, tem como protagonista Sara Crewe, uma menina criativa que recorre à imaginação para passar por um momento triste da sua vida. A história foi adaptada para um filme que, na minha opinião, conseguiu ser melhor que o livro. O Vendedor de Histórias tem como protagonista Petter, um jovem perturbado e também muito criativo, que vende suas histórias para escritores sem ideias. É um romance psicológico incrível e com final surpreendente.


4. Um livro que leu bem rápido/ Um livro que demorou pra ler;


   Li As Vantagens de Ser Invisível em um dia e, apesar de ser curtinho, acredito que eu o teria lido bem rápido mesmo que fosse maior. Me apaixonei por todos os personagens - principalmente pelo Charlie, o protagonista - e não consegui largar o livro. Já A Menina que Roubava Livros se tornou um dos meus livros favoritos, mas tive de insistir umas três vezes na leitura. O início da narrativa é bem cansativo, mas vale continuar a leitura, pois é um dos livros mais bem escritos que já li. 


5. Um livro com capa bonita/ Um livro com capa feia; 


       Sou apaixonada pela capa de Toda Poesia, de Paulo Leminski. Apesar de eu não gostar de laranja, achei que a cor combinou perfeitamente com a capa desse livro, pois chama bastante a atenção. Além disso, o bigode característico do escritor é o grande destaque da capa, o que a tornou simples e genial. Diário de Uma Paixão, do famoso Nicholas Sparks, foi um dos livros que menos gostei de ler e, além de tudo, tem essa capa que, na minha opinião, é terrível. Eu detesto capas com fotos de pessoas e detesto mais ainda com fotos de pessoas se beijando. Sei que se trata de uma história de amor, mas a capa poderia ser mais sutil e menos enjoativa.

        
          6. Um livro brasileiro/ Um livro internacional;


        Sempre recomendo os poemas de Mario Quintana, e Caderno H reúne parte da produção poética do autor gaúcho. Você pode abrir esse livro em qualquer página e ficará feliz com o que ler, pois Quintana tem esse dom de deixar o dia de qualquer um melhor. E Peter Pan, de J.M. Barrie, também tem esse dom; não importa a sua idade, você vai se emocionar com a história do menino que não queria crescer.

            
        7. O livro mais fino/ O livro mais grosso;


      O livro mais fino da minha estante é Histórias de Fadas, de Oscar Wilde, com 48 páginas. Ele reúne quatro maravilhosos contos de fadas criados pelo autor. Apesar de fininho, eu super recomendo a leitura desses contos, escritos de maneira poética e sensível. O livro mais grosso da minha estante é Under the Dome, do Stephen King, que eu ainda não li, mas sei que é ótimo; todos os livros dele são. 

         
        8. Um livro de ficção/ Um livro de não ficção;


 
A menina que não sabia ler é um dos livros que mais gostei de ler, tanto pelo desenvolvimento quanto pelo final. Recomendo pra quem gosta de histórias de suspense psicológico - um dos meus gêneros favoritos. Quanto ao livro de não ficção, eu escolhi recomendar a vocês Nada na língua é por acaso, do escritor e linguista Marcos Bagno. Comprei esse livro quando estava fazendo faculdade, li apenas algumas partes, mas já posso afirmar ser um dos melhores que já li sobre o assunto. Basicamente, ele é sobre as variedades linguísticas do português brasileiro e pode (e deve) ser lido por qualquer usuário da língua portuguesa. 



    9.  Um livro meloso/ Um livro de ação;


Como não achar Lua Nova um livro meloso? Sou fã da Saga Crepúsculo, mas a fossa da Bella no segundo livro da série tornou o enredo enjoativo e a personagem mais chata do que nunca. Já Divergente abusa dos momentos de ação, o que torna o livro envolvente e a história de tirar o fôlego.Tem resenha dele aqui, se quiserem ler.


10. Um livro que te deixou feliz/ Um livro que te deixou triste.


Não tem como não rir com Ora Bolas - O Humor de Mario Quintana, que reúne 130 historinhas engraçadas contadas pelo autor e adaptadas por Juarez Fonseca. Eu leio e releio esse livro e sempre acho graça no humor de Quintana. Já Marina, do Zafón, me deixou triste por toda a tensão presente no desenrolar da história, além daquele final terrível. Na última página eu desmoronei de tão triste que foi. Tem resenha (sem spoilers) desse livro aqui, se quiserem ler. 


Então é isso, pessoas. Espero que tenham gostado dessa TAG, não esqueçam de me contar nos comentários o que acham desses livros que citei e também de deixar as respostas de vocês, se quiserem. 
  
 Abraços e até mais! 


20 comentários:

  1. Que bacana essa TAG, não tinha visto ainda...

    Adoro fazer essas comparações *-*

    Posso fazer no meu blog também?
    Beijos

    albumdeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Milena!
      Claro que pode fazer no seu blog! =)
      Beijos!

      Excluir
  2. Já vi muitos videos dessa TAG, e um dia ainda quero fazer ela em meu blog. Eu tenho Crepúsculo e Histórias de Fadas e já quero há muito tempo o Harry Potter Film Wizardry, potterhead aqui o/
    Adorei o seu blog *-*

    eueminhapequenaestante.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adoro Harry Potter!!! \o
      Obrigada, volte sempre! ^_^

      Excluir
  3. Olá!
    Adorei essa tag e adorei as comparações.
    Li poucos livros dali mas achei a ideia demais.

    André Luiz
    Viajando Nos Livros

    ResponderExcluir
  4. Adoreeeei!! Vou até anotar alguns aqui na minha "wishlist de livros" kkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Oi Flávia!!
    Adorei a tag, bem criativa!!
    Estou louco pra ler "Under the Dome", parece ser ótimo.
    Parabéns pelo blog.

    Abraços,
    http://entreserieselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Plínio!
      Estou louca pra ler "Under the Dome"! *-*
      Abraços!

      Excluir
  6. Oi Flavia *-*
    Eu adoro essa tag e gostei muito das suas comparações... estou ansiosa para ler Grau 26, vejo tanta gente falando SUPER bem que fiquei morrendo de vontade de ter. As edições desses clássicos infantis da Zahar são maravilhosamente encantadoras, quero todas *-----* E sobre Under the Dome, leia, é um livro foda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!!!
      Grau 26 parece ser incrível mesmo, não vejo a hora de ler!!
      Também adoro os livros da Zahar, as edições são lindas!
      Abraços!

      Excluir
  7. Adorei os livros citados na tag e nem acredito que você tem o livro Under The Dome, faz tanto tempo que eu tento encontra-lo em alguma livraria, que inveja de você T-T.

    Abraços!

    Jackson - http://tronodelivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkk comprei no Submarino, Jackson!
      Abraços!

      Excluir
  8. kkkkkkkkkkkk gostei bastante da postagem!!!!
    http://chuvacobertaelivros.blogspot.com.br/2014/06/resenha-do-livro-princesa-adormecid.html

    ResponderExcluir
  9. Que tag bacana, gostei das suas respostas, o livro Marina é um que ouvi falar muito bem e tenho uma grande curiosidade em conhecer, fiquei mais animada ainda ao ler o que você falou sobre ele, adoro livros tristes *-*
    Enfim, adorei o post <3

    Beijos :*
    Larissa - Srta. Bookaholic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também adoro livros tristes, Larissa, e esse é um dos mais tristes que já li. Zafón é um autor que sabe emocionar o leitor...

      Beijos!

      Excluir
  10. Adoreeei! Caramba, é legal ver livros diferentes rsrs.
    O mais legal foi o da capa, rsrs, sinceridade é tudo! rs
    BJBJ!
    Eu não quero ir embora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Shay!
      kkkkk pior que não gosto de nenhuma capa dos livros do Nicholas Sparks (mas nada contra o autor).

      Beijos!!!

      Excluir